Quis eu, por mal me querer a mim, ser feliz... e feliz, sem mal me querer a mim, não sou.

autor
António Almeida
Enviar um comentário