Amamos muito pouco com tanto tempo que temos, para sofremos demais com tão pouco tempo que nos resta.


autor
António Almeida
Enviar um comentário