As paixões são como os ventos; umas vezes mais fortes, outras vezes mais suaves. 


autor
António Almeida
Enviar um comentário