O amor tem asas, faz o coração voar. Canta melodia raras, mesmo sem saber cantar. E nunca desiste... nunca... de amar.

autor
António Almeida
Enviar um comentário