Vivo a vida. Não como queriam que eu a vivesse, mas como quero eu a viver.

autor
António Almeida
Enviar um comentário