Plante o seu jardim, com sementes de amores. E reparará, que realmente não precisará, que lhe tragam flores.

autor
António Almeida
Enviar um comentário