Quem foge a uma paixão é, porque muito ama e não quer sofrer.

autor
António Almeida
Enviar um comentário