Na luz e nas trevas, não há certezas... Portanto, não procure avarezas... Viva o que tem que ser vivido, sem estranhezas... Porque o sabor de viver, é das nossas maiores riquezas...

autor
António Almeida
Enviar um comentário