Eu admiro muito as más pessoas. Sem elas, não poderia adorar as boas.

autor
António Almeida
Enviar um comentário