Não há passado sem tristezas, nem futuro sem alegrias.


autor
António Almeida