Onde quer que eu esteja, esse é o meu templo, para contemplar o amor.

autor
António Almeida
Enviar um comentário