Não importa quantos caminhos já percorreu, não importa quantos atalhos, não importa... O que importa é que você agiu de acordo com a sua consciência,  e eles serviram para se tornar forte, resistente e maduro.

autor
António Almeida
Enviar um comentário