Solta-se-me uma lágrima em silêncio, correndo amargurada pelo meu triste rosto - cúmplice a saudade.

autor
António Almeida
Enviar um comentário