As grandes paixões, nunca se completam. Para se completarem, faltam-lhes a lucidez mútua.

autor
António Almeida
Enviar um comentário