Que mais dá de lugares mudares, para bem longe de certos olhares, afim de uma nova vida começares, se continuas nos desacertos andares.


autor
António Almeida
Enviar um comentário