Eu, penso e escrevo, sei o que digo, rigorosamente. Não tenho medo efetivamente, de falar a toda a gente, o que sinto e devo. 

 autor 
António Almeida
Enviar um comentário