Viver na expectativa do amor dos outros é tétrico.


autor
António Almeida