Pode amar com o coração, mas só o vingará com a lucidez.


autor
António Almeida