Porque levares a vida tão a sério, se dessa seriedade não vai sair vivo.


autor
António Almeida