O amor é como a droga: quanto mais se consome, mais vontade se tem.


autor
António Almeida