Lave os seus olhos, antes de olhar para as remelas dos outros.

autor
António Almeida