Se eu fosse mesmo a acreditar em tudo o que me dizem, viveria só com um dos sentidos, deixado de ter a sensação de receber impressão por qualquer um dos outros sentidos.

 autor 
António Almeida
Enviar um comentário