Não se importe que tudo tenha acabado, porque o importante foi o ter conhecido e que resista à tentação de não voltar a ir ou encontro das mesmas dúvidas de ontem, conhecendo já a sua natureza. 

 autor 
António Almeida
Enviar um comentário