Até a Terra precisa, às vezes, um pouco de descanso.

autor
António Almeida