Não se pede amor, quando ainda não se o sabe plantar.


autor
António Almeida