Não posso ler teus pensamentos, mas posso ler teus olhos.


autor
António Almeida