A felicidade é como o vento; a gente não o vê, sente-o.


autor
António Almeida