Na vida, tudo que vai, não volta. Assina; Caixão.


autor
António Almeida