Verdades há poucas; mentiras há obras completas.


autor
António Almeida