Quando você valorizar os pequenos gestos, você vê o que era de ignorante.


autor
António Almeida
Enviar um comentário