Não tenho inimigos, pois por incrível que pareça não os conheço.


autor
António Almeida