Se quer confiar na sorte da ferradura confie: mas lembre-se que ela não deu sorte ao cavalo.

autor
António Almeida
Enviar um comentário