Peça a quem quiser e se ninguém o ouvir, peça a Deus: mas lembre-se sempre que será melhor trabalhar para não morrer há fome.

autor
António Almeida