Nenhum coração, merece ser maltratado; Apenas, amado!

autor
António Almeida