É muito medonho ser rico. É muito triste ser pobre. Eu gosto de acordar sem preocupações.


autor
António Almeida