Tenho tudo e nada tenho em si, possivelmente, porque tudo tenho e não tenho nada sem ti.

autor
António Almeida
Enviar um comentário