Um combate, cheio de intensidade, entre dois corpos, onde não há vencedores; é o do amor.

autor
António Almeida
Enviar um comentário