Só se pode caminhar, sem se recear os perigos, e desfrutar, os perigos sem se recear.


autor
António Almeida
Enviar um comentário