Se não controlar a sua ansiedade, nunca conseguirá ver a sua crueldade. Pode: cantar, dançar, rezar, chorar, rir; embora pense, ela já bem longe, ela está bem mais perto, sem notar sua presença, nem a poder controlar.


autor
António Almeida
Enviar um comentário