Eu era muito pobre, fiquei rico; obrigado por seres meu amigo.


autor
António Almeida