Às vezes é preciso parar, descansar, para poder seguir o caminho.

autor
António Almeida